• Home
  • /
  • Parceria
  • /
  • Pets
  • /
  • Mamãe
  • /
  • Autorais
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Poesias
  • /
  • MA na Mídia
  • Minha esposa não trabalha


    Conversa entre um marido (H) e um psicólogo (P):
    P: O que você faz da vida Sr. Bandy?
    H: Eu trabalho como contador em um banco.
    P: Sua esposa?
    H: Ela não trabalha. Ela é apenas uma dona de casa.

    Como os meninos enxergam suas mães


    O pai representa o lado aventureiro, brincalhão, viril, com a possibilidade de brincadeiras mais arriscadas e de maior impacto físico. A figura paterna representa o afastamento do mundo materno, do conforto e segurança que o seio materno proporciona, dando ao menino equilíbrio e autonomia para crescer e amadurecer. 

    Ser pai de menino é...



    Ser pai de menino é ensina-lo a jogar bola, brincar de carrinho, andar de bicicleta, e fazer batalhas memoráveis de soldadinhos, jogar taco, peão, futebol de botão, bolinha de gude, bater figurinhas, fazer barraca com lençóis, subir em árvore, empinar pipas e ensina-lo a brincar de pega-pega e, esconde-esconde… É ensina-lo a aprender o nome de diferentes tipos de caminhões, carros, aviões e demais veículos. 

    Ser pai de menina é...


    Ser pai de menina…é cuidar com carinho para não machucar. É trocar monstros por fadas, é se afogar em esmaltes, batons, pulseiras e brincos. Ser pai de menina é colocar maria-chiquinhas e vê-la andando pela casa empurrando o carrinho de bonecas, trombando nos móveis e dando risadas…Ser pai de menina é …não falar palavrão, é se interessar por vestidos e quase se ensurdecer com os gritos mais agudos que há de se ouvir. É vê-la andando pela casa com o sapato alto da mãe…ou de quem quer que seja…toda atrapalhada…É ganhar o sorriso mais apaixonado, é sofrer com o ciúme mais doce…é se arrepender de sido sempre tão durão. É ver um olhar lindo quando você diz que vai à apresentação da escola. É escutar aquela risada quando você ficar com ciúmes do coleguinha da escola. Ser pai de menina é conhecer a alma feminina. E o mais importante de tudo, ser sempre o príncipe e nunca o vilão. É levar no peito, para o resto da vida uma pequena bailarina cor de rosa que nunca vai crescer.


    Ser mãe de menina - Por Tania Santos

    Tania é mãe e empreendedora, trabalha com personalizados para festa! E nos conta um pouco como é ser mãe de menina!

    Você já ouviu falar em toxoplasmose?

    Conheça mitos e verdades sobre esta zoonose e saiba mais sobre a relação entre a doença e a saúde dos bebês


    Competições maternas diárias!

    Por muito tempo venho por experiencia própria ouvindo de todos os cantos comparações com o filho de fulano, com o meu pequeno Isaque!
    "Ah tem aqui na rua uma menina de 2 anos ela não anda nem nada, mais já FALA"
    "Ah cuidava de um menino que com 2 anos já falava um monte de coisa"
    "O filho de fulano nem tem 2 anos e meio já fala tudo e já corre por tudo quanto é lado"

    Uma energia infinita!

    Essas crianças vou te contar! Dormem às vezes por 15 minutos e acordam com uma disposição! Não param um segundo, sobem na cama, descem, vão brincar, espalham tudo pela casa, mudam de brincadeira, param para comer ou beber algo, depois voltam a brincar, pedem para que brinquemos junto com eles, sobem no sofá, pulam, rolam, fazem uma cabana, espalham mais ainda seus brinquedos, e nós o que fazemos? Só observamos.
    Bom, na parte de observar, talvez fale só por mim, pois apesar de estar com apenas 26 anos, em alguns momentos do dia não consigo acompanhar esse ritmo infindável, essa energia toda!  

    Para Isaque


    Todo meu oxigênio, é teu!
    Meu sorriso, meu afeto, minha calma, é teu!
    Hoje agora toda hora ontem...

    Apenas uma mãe


    Eu sempre sonhei em ser mãe, seja de menina ou de menino, ai um belo dia tcharã o positivo apareceu e para minha surpresa (já sabia que era menino de tanto o marido insistir) um gurizinho surge em minha vida, para fazer com que ela mudasse 100%... para melhor! Isaque nasceu e me mostrou o lado doce e inocente da vida! A mudança é tanta que não me lembro nem de como era minha vida antes dele. 

    Sobre ser pai de menino!



    Sempre quis ter um menino para poder lhe ensinar futebol, brincar na lama, correr em poças de água numa tarde chuvosa qualquer. Sempre quis ser pai de menino, para ter alguém para ensinar tudo o que sei, tudo o que aprenderei para poder ensinar. Ensinar que o tempo passa muito depressa, então temos que aproveitar todo e qualquer momento juntos, que os amigos vão e vem muito rápido, mas aqueles que se importam com a gente, que fazem a diferença não há tempo que afaste.

    Um bebê dormindo

    Um bebê dormindo é um estado de guerra inevitável! Uma mãe aguarda ansiosamente que os olhinhos procurem um descanso para fazer tudo o que uma pessoa não-mãe faria num dia inteiro. A corrida começa. Ajuntar os brinquedos, dobrar as roupas, se alimentar, tomar banho, escovar o cabelo, dá uma limpada na pia, por algum lanche rápido no microondas, varrer a casa, estender a roupa, trocar o lixo das lixeiras, ligar para a mãe, para a avó, para a sogra, pro marido, lembrando ele de comprar leite, pão ou outra coisa qualquer.

    Ao meu menino, com amor







    Caramba meu amor! Não sei como consigo te amar tanto assim! Como pode num coraçãozinho tão pequeno de mãe esse amor ter se enraizado tanto a ponto de se transformar na mais majestosa árvore que nunca jamais deixará de florescer! É um amor inexplicável meu amor, todos os dias aprendo algo novo com você, cada dia você me surpreende! Desde o dia em que te vi minusculo batendo dentro de mim até os dias de hoje em que te tenho em meus braços e te carrego em meu sorriso! Você cresce tão rápido, charmoso e inteligente e eu já sinto saudades de você! Logo estará saindo sozinho, caminhando sozinho, seguindo  seus passos sozinho, mais eu sua mãe, estarei sempre ao seu lado, com todo o meu amor e proteção, proteção essa que só as mães conseguem oferecer. 
     
    © Blog Mães Apaixonadas- 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo