• Home
  • /
  • Parceria
  • /
  • Pets
  • /
  • Mamãe
  • /
  • Autorais
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Poesias
  • /
  • MA na Mídia
  • Cinco principais benefícios da relação entre pets e crianças


    Convívio ensina noções de responsabilidade, combate o sedentarismo e proporciona melhora na saúde física e emocional dos pequenos


    Ter um animal de estimação talvez seja o pedido de 9 em cada 10 crianças. Para quem está disposto a cuidar com carinho e atenção de um pet, a companhia dele pode ser muito saudável e benéfica. A Farmina Pet Foods, empresa de origem italiana especializada no desenvolvimento de soluções nutricionais que respeitam a natureza alimentar de cães e gatos, reuniu os principais benefícios obtidos com a relação entre crianças e animais de estimação. Confira!

    - Responsabilidades: cuidando de um pet, desde cedo os pequenos aprendem que um animal precisa se alimentar, tomar banho, passear, receber atenção etc. Isso apresenta para a criança questões relativas à compaixão, empatia e lealdade, ensinando-a ter respeito pelo próximo e desenvolver o senso de responsabilidade.

    - Lidar com frustrações e perdas: na infância, a criança se depara pela primeira vez com frustrações e com perdas. A relação de vida com um animal mostra isso de forma natural, já que um pet pode ficar doente ou vir a falecer durante esse período.

    - Saúde: é palpável o bem-estar que os pets trazem para quem convive com eles, e muitos estudos já mostraram isso. Uma pesquisa da Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, examinou os efeitos da presença de um cão na família com crianças em idade pré-escolar e verificou uma diminuição da pressão arterial, frequência cardíaca e estresse comportamental quando comparado às crianças sem a companhia do pet. Outra pesquisa americana estudou 643 crianças com idade entre quatro e dez anos, formando 2 grupos, com e sem cachorro. Das que tinham cachorro, 12% foram diagnosticadas com estresse e ansiedade, número bem menor que no grupo sem o cão de estimação, que apresentou 21% das crianças com esses problemas. Há ainda estudos que evidenciam os benefícios do contato com cães ao sistema imunológico de bebês, apontando que crianças que tiveram o convívio com animais teriam menor chance de desenvolver alergias e dermatites do que crianças que não tiveram esse contato com o animal.

    Atividade física: ter um animal de estimação pode reduzir as chances de uma criança se tornar sedentária. A interação entre pet e humano estimula a prática de exercícios físicos através dos passeios e brincadeiras que as crianças adoram.

    - Limites e regras: com a presença de um animal na casa, as crianças têm a oportunidade de aprender desde cedo que existem regras de respeito ao próximo. Um desafio para os pais é o de impor os limites à criança, como o de respeitar o espaço do animal.  Regras como as de higiene, saúde, organização e educação ficam muito claras de serem entendidas quando a criança convive com um pet.

    Terapia assistida por animais, mais que um benefício: um tratamento
              
             A terapia assistida por animais tem por objetivo melhorar a qualidade de vida de pessoas com algum tipo de deficiência, dificuldade motora ou social. No caso de crianças em recuperação de lesões cerebrais com dificuldades locomotoras, a terapia consiste em interagir fisicamente com o pet ao acariciá-lo, escová-lo ou alimentá-lo, por exemplo. Junto com uma terapeuta, a criança treina todos esses movimentos de maneira natural e prazerosa, muito mais lúdica e menos entediante do que uma sessão fisioterápica tradicional, contribuindo para atingir os objetivos do tratamento.

             Acreditando nos benefícios desse tratamento, a Farmina apoia o projeto Amigo Bicho, que atua na região de Curitiba levando uma equipe de voluntários acompanhados por cães a escolas especiais, hospitais, hospitais psiquiátricos, orfanatos, creches e asilos. 

    O projeto existe desde 2006 e atualmente reúne cerca de 50 voluntários humanos e 50 cães voluntários. Antes de iniciarem as visitas, os animais e os donos passam por treinamentos e são acompanhados por uma equipe de veterinários, psicólogos e adestradores. O projeto também é aberto à animais com deficiência. Conheça mais sobre o Projeto Amigo Bicho: https://www.facebook.com/projetoamigobichopr


    0 comentários :

    Postar um comentário

     
    © Blog Mães Apaixonadas- 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo