• Home
  • /
  • Parceria
  • /
  • Pets
  • /
  • Mamãe
  • /
  • Autorais
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Poesias
  • /
  • MA na Mídia
  • Hora do não

    Nesse texto a Psicóloga Dayane Cunha vai nos falar sobre algo muitas crianças não gostam de ouvir o NÃO!


    Você já se deparou com aquela hora em que você tem que falar não para o seu filho?  Você já ficou aflita na hora de falar não? Com certeza já, não é mesmo? Então este texto é para você!Sem dúvidas é incomodo falar não. Talvez sua dúvida seja: quando devemos falar não para eles? Infelizmente não há uma receita de bolo para educar os filhos, mas podemos te ajudar com algumas questões.

    Vamos para as dicas ....
    O que fazer quando os filhos são pequenos?
    O que eu ouço muito os pais dizerem nos atendimentos é que os filhos são pequenos, e eles não entende a hora do Não. Será mesmo que eles não entendem? Há várias formas de dizemos não.
    • Falamos não com o Olhar
    • Falamos não com a Boca
    • Falamos não com a Voz
    Tudo em nosso corpo se modifica quando falamos não. O nosso olhar fica mais fixo, a nossa boca modifica a expressão, a nossa voz fica mais firme, ou seja, quando você for falar não para seu filho utilize a expressão corporal, sem dúvidas seu pequeno vai compreender
    Olhe nos olhos quando for falar NÃO
     A expressão do olhar é muito importante, somos seres sociais e necessitamos de contato visual, se seu filho for pequeno abaixe, olhe nos olhos dele e explique as razões pela qual sua resposta é não!
    Na maioria das situações é necessário falar com foz firme, isso não quer dizer que suas palavras precisam ser duras, afinal de contas nossos filhos são os nossos tesouros, precisamos educar com carinho.
     Constância na hora de dizer não
    Se você fala NÃO e em outro momento você não fala nada, por falta de paciência, seu filho irá perceber que há brechas onde ele pode usufruir.
     Diga não independentemente da situação
     Às vezes tem outras pessoas por perto, e você se sente envergonhada de dizer não, mas o NÃO é necessário independentemente da situação, nós adultos sabemos o que podemos e o que não podemos fazer, temos as regras internalizadas, mas nossos filhos não! Mãe seu filho precisa da sua ajudinha, e com sua ajuda ele vai entender o que pode ou não fazer.
    Como falar de forma que seu filho entenda, e com empatia?
    Digamos que seu filho ou sua filha queira muito um brinquedo, você poderá falar de várias formas o que pode ou não pode, uma delas que na minha opinião é baste valida é procurar se mostrar na posição de igual de vez em quando.
    Vou dar um exemplo: Mãe: “Eu sei que você queria muito isso, mas as vezes a mamãe quer alguma coisa, e também não pode ter. Nós não podemos fazer tudo que queremos fazer, mesmo depois de grande. ”
    Isso vai tranquilizar seus filhos, e mostrar que você é igual a eles.
    Eles acham que somos o máximo... A Super Mulher, que pode tudo, que sabe tudo. E é natural e saudável, dependendo da idade. Falando assim eles podem perceber que eles não estão em situação inferior à nossa. Isso mostrará empatia, e a empatia nada mais é do que se colocar no lugar do outro. Afinal de contas educar é uma arte, e como toda a arte requer carinho, cuidado e atenção.
    Espero que este texto possa ter ajudado
    Por aqui, a gente segue conversando, levantando temas pertinentes e trocando informação. Se preferir entre em contato comigo, terei o enorme prazer de conversar com você.
    Um grande abraço!!!
    Psicóloga Infantil: Dayane dos Santos Cunha
    CRP: 06/123767
    Telefone: (11)96542-7288
    Email: dayanesantoscunha@homail.com
    Criadora da FANPAGE: Conversando sobre Infância

    base-para-banner
    Postado por Jaqueline Bernardo Costa

    Siga nosso Instagram @maes.apaixonadas

    10 comentários :

    1. Adorei o post! Bem explicativo e prático. E super útil porque temos que falar não diariamente, né?

      ResponderExcluir
    2. Muito legal, olha não é nada fácil. Adorei as dicas da psicóloga e vou tentar usá-las aqui em casa. Beijos, Fabi

      ResponderExcluir
    3. Pode ser difícil, mas é super impirtante

      ResponderExcluir
    4. Difícil mesmo Mas as crianças pedem limites!!!!
      Bjao
      Lele

      ResponderExcluir
    5. A hora do não pode ser muito difícil sim, mas as consequências da falta do não serão mais. Por isso este post é muito útil. Muito importante dizer o não com firmeza e coerência.
      beijos
      CHris

      ResponderExcluir
    6. Adorei o post, realmente tem hora que é difícil falar não mas é necessário ne

      Bjs Mi Gobbato

      ResponderExcluir
    7. Amei as dicas, e observo que estou indo bem com os meninos,

      bjs

      ResponderExcluir
    8. O não é muito necessário na vida de toda criança.
      Sempre olhos nos olhos e firmeza!
      Beijos

      ResponderExcluir
    9. Oi Jaque
      Gostei muito do poste e das dicas da minha colega!
      Sim, falar NÃO é muito difícil, mas extremamente importante
      Bjs, querida

      ResponderExcluir
    10. Essencial mas é tão dificil, principalmente porque depois é preciso conter a birra e ser firme porque eles testam a gente né? Amei o post.

      ResponderExcluir

     
    © Blog Mães Apaixonadas- 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo