• Home
  • /
  • Parceria
  • /
  • Pets
  • /
  • Mamãe
  • /
  • Autorais
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Passeios
  • /
  • MA na Mídia
  • O que é hiperlactação?

    É muito comum que muitas mães tenham após a descida do colostro um fluxo intenso de descida do leite causando até o "empedramento" da mama.

    Acontece que muitas mamães após algum tempo continuam a produzir leite em "excesso". No meu caso cada vez que Helena vai mamar ela se afoga, dois episódios foram feios e demorou para ela voltar a respirar!
    Quando uma mãe produz mais leite do que o bebê precisa, os seguintes comportamentos podem ser observados no bebê:
    - o bebê chora muito e fica boa parte do tempo irritado ou inquieto;
    - o bebê engasga, tosse, cospe, regurgita ou parece estar engolindo com dificuldade durante  a mamada;
    - o bebê morde ou aperta o bico do peito enquanto mama;
    - o bebê arqueia o corpo, se joga pra trás, fica rígido e pode até gritar durante a mamada;
    - o bebê parece ter uma relação de amor e ódio com o peito;
    - o bebê pode arrotar ou soltar pum frequentemente entre as mamadas, com uma tendência maior a regurgitar;
    - o bebê pode ter fezes verdes, líquidas e espumosas, que saem de forma “explosiva”.


    Além disso, observam-se também:
    - o leite esguicha quando o bebê larga o peito, principalmente no início da mamada;
    - a mãe pode sentir os mamilos doloridos;
    - as mamadas parecem verdadeiras batalhas, com o bebê pegando e largando o peito;
    - as mamadas podem parecer muito curtas;
    - a mãe pode ter os seios cheios boa parte do tempo;
    - a mãe pode constantemente ter ductos entupidos.
    (GVA)
    A causa da hiperlactação varia muito de cada mamãe! Há algumas dicas que se seguidas podem ajudar a reduzir isso:

    • Apenas ordenhar antes da mamada caso a mesma esteja muito cheia/dura.
    • Sempre deixe que o bebê esgote uma mama por vez! Ficar trocando de um seio para o outro vai estimular ainda mais a produção;
    • Usar conchas de silicone pode ser perigoso para proliferação de fungos e bactérias.
    • Deixar o bebê mamar numa posição mais vertical ajuda bastante;
    • Se o bebê engasgar ou largar o peito, espere ele se restabelecer e coloque-o novamente para mamar;
    • Você pode doar o leite excedente! 
    Sempre que surgir qualquer dúvida não deixe de procurar o banco de leite da sua cidade, eles podem te dar todo o apoio que você precisa! 








    8 comentários :

    1. Eu não conhecia isso! Obrigada por compartilhar a informação, Jaque!

      ResponderExcluir
    2. Oi Jaque
      Interessante e importante seu post
      Quanto mais informações, mais fácil fica a amamentação, ne?
      Não conhecia os detalhes da hiperlactação e aprendi com você!
      Bjs, querida

      ResponderExcluir
    3. Eu não conhecia amiga. Muito legal seu post porque explica muitos sintomas dos bebês. Bjs

      ResponderExcluir
    4. Eu tinha muito leite, doei nas três vezes que amamentei. Ótimas dicas!

      ResponderExcluir
    5. Muito importante falar sobre isso, acho que foi o 1o post que li a respeito.
      Parabéns!
      bj,
      Alê

      ResponderExcluir
    6. No meu caso foi ao contrário, não saia leite suficiente e ela começou a não ganhar peso indicado, infelizmente mamou só até os 3 meses com complemento junto. Valeu pelas suas informações, com certeza vai ajudar outras mães.

      ResponderExcluir
    7. Achei muito importante o texto, porque desconhecia a informação.
      A gente sempre acha ou pensa que tudo é perfeito, mas cada mãe tem ou pode ter alguma dificuldade, na hora da amamentação...
      Engraçado que as conchas são recomendadas, mas acredito que deve depender muito da quantidade da produção...
      Muito bacana o texto.
      É bem o que você falou, na dúvida procure um banco de leite.
      Bjs
      Ju

      ResponderExcluir
    8. Nossa nem imaginava que isto existia... muito interessante saber e através deste Post, vc orientar as mamães novinhas de plantão! Top, parabéns... bjo

      ResponderExcluir

     
    © Blog Mães Apaixonadas- 2017. Todos os direitos reservados. Criado por: MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo